Últimas Postagens

  A Consagração pessoal faz parte da vida cristã. Observamos na vida de Jesus que antes de orar pelos enfermos, expulsar espíritos imundos, e pregar o evangelho, ele foi ao rio jordão para ser batizado e logo em seguida Jesus foi ao deserto para uma consagração pessoal e ser tentato pelo diabo. Jesus sabia da importância da consagração pessoal para o desenvolvimento do caráter cristão. A palavra consagrar no Aurélio significa; “Dedicar-se”, “Oferecer a Deus”. Jesus foi se dedicar a Deus, mesmo sendo o filho de Deus. Não existe progresso sem dedicação, Jesus se dedicou ao Jejum e a oração, e como resultado positivo venceu as tentações do diabo, demonstrando a verdadeira essensia do caráter cristão, a saber; Integridade, verdade, justiça e santidade!

  A Consagração pessoal nos ajuda a se aproximar ainda mais de uma vida com Deus e com certeza o resultado desta dedicação é uma fortificação no caráter. Andar com Deus com certeza muda nosso caráter, tornando assim a obra da pessoa do Espirito Santo em nossa conduta ainda mais eficaz. Tudo com a presença de Deus torna-se melhor, e nosso caráter também! Certa feita eu ouvir alguém dizer; “É Melhor uma hora de trabalho no Poder do Espírito, do que 30 dias na força da carne” Querido leitor sem consagração a Deus,  nunca veremos um crescimento significativo no desenvolvimento de nosso caráter cristão, Por tal motivo incentivo a todos sos amantes do caráter cristão, apraticarem a consagração pessoal à Deus, retirando-se da correria do dia à dia, para buscarmos mais de Deus para nossas vidas.

>>> Autor : Oton Rodrigues
  Caráter é indiscutivelmente um requisito para construção de um ministério aprovado. Mas em meio a tanta inversão de valores que vemos hoje em dia, temos que nos fazer uma pergunta: Qual seria o lugar do caráter na vida do homem de Deus? Pois a boa formação do caráter cristão com certeza é essencial para aprovação de nosso ministério. Quando me refiro a "lugar do caráter" Estou pensando numa escala de prioridades, pois me parece que muitos cristãos no desejo de possuir um ministerio de sucesso, se esquecem que o verdadeiro sucesso não se resume a fama, dinheiro e viagens. 

  Na verdade o sucesso verdadeiro começa pela formação de um bom caráter. Portanto, não nos deixemos enganar pela inversão de valores, a formaço do caráter cristão tem lugar prioritário em nosso ministério, tomo como exemplo homens bíblicos do passado como: , José, Daniel, Zacarias e João Batista, homens de caráter aprovado e temente à Deus, respeitosos, honrados e aprovados por Deus em sua conduta moral e espiritual. É isso que precisamos valorizar, voltemos a nossa atenção a importancia da formação do caráter cristão para construção de um ministério aprovado.

>>> Autor : Oton Rodrigues
  A Bíblia tem um poder transformador tão grande na vida do nascido de novo que todo o seu ser é alcançado pelos seus efeitos benéficos e regeneradores. As Escrituras dizem: “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração(Hb 4.12)

1) As crianças podem ser educadas na Palavra de Deus.Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma, e atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por testeiras entre os vossos olhos, e ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te(Dt 11.18,19).Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele(Pv 22.6); Jesus, quando criança, teve uma educação familiar do mais alto nível espiritual, moral, intelectual e social: “E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele(Lc 2.40).

2) Os adolescentes e jovens podem ser fortalecidos em sua personalidade. Os adolescentes estão na fase em que buscam a sua identidade; preocupam-se muito consigo mesmos, reorganizando sua personalidade; fazem questionamentos do tipo “Quem sou eu?”, “Por que sou assim?”, “Qual o meu futuro?”, “Meus pais não me entendem”; muitos se desviam da igreja nessa fase. E necessário muita atenção por parte dos pais e da igreja na contribuição para a formação da personalidade desses adolescentes. Os jovens, que enfrentam as turbulências da adolescência, acabam, de uma forma ou de outravconscientizando-se de seu papel na sociedade. Eles pensam seriamente nas escolhas: escola, faculdade, profissão, namoro, noivado, casamento, vida espiritual, etc. Diz a Palavra de Deus: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra(Sl 119.9);Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, a caridade e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor(2 Tm 2.22).

3) Os adultos são fortalecidos em sua vida, podendo contribuir para a formação dos mais jovens:Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele deleita-se no seu caminho(Sl 37.23). Há adultos que não têm consciência da vida cristã, ou por terem tido uma formação espiritual deficiente, ou então por só terem aceitado a Cristo na idade adulta. A igreja, por sua vez, precisa ajudar a lapidar o seu caráter. Toda a família é beneficiada pela ministração da Palavra de Deus. “Ajunta o povo, homens, e mulheres, e meninos, e os teus estrangeiros que estão dentro das tuas portas, para que ouçam, e aprendam, e temam ao Senhor, vosso Deus, e tenham cuidado de fazer todas as palavras desta Lei” (Dt 31.12).

>>> Autor : Pr. Elinaldo Renovato
  Vivemos em uma sociedade de grande expansão das famosas redes sociais, o fenômeno chamado facebook desencadeou outras tantas redes sociais como instagram, twitter, snapchat, youtube, levando boa parte da população a criar perfis nas redes de relacionamento da internet. Existem duas máximas sobre redes sociais que todos aqueles que servem a Cristo precisam saber: A primeira é que a rede social pode ser uma benção de Deus em sua vida e também um meio evangelístico poderoso. Já a segunda máxima é que as redes sociais podem se torna uma maldição quando não são usadas de maneira correta, tanto para cristãos, como para não cristãos, um exemplo muito trágico foi de uma jovem de 16 anos que se suicidou depois que o ex-namorado espalhou suas fotos intimas pelo WhatsApp.

  Diante destas verdades, como nosso caráter cristão pode nos auxiliar no uso benéfico das redes sociais? Primeiro, precisamos entender que o caráter tem influencia direta e indireta em nossas decisões, isso pode nos auxiliar na hora de examinar o que vamos postar, criar, compartilhar, republicar, curti e consumi nas redes sociais. É preciso fazer um filtro com base em nossos princípios e valores do que vamos compartilhar e consumi na internet (1 Coríntios 6:12) Alguns cristão infelizmente estão usando as redes sociais de forma indevida para sua própria perdição, não estou exagerando quando afirmo isto, basta uma leve pesquisa no google é você vai achar as mais diversas bizarrices de vídeos de cristãos, no facebook e no instagram jovens cristãs com fotos seminuas e até pastores envolvidos em escândalos que vazam em site de noticia. Portanto, acredito que é necessário mantermos a devida vigilância no uso das redes sociais, principalmente se tratando de cristãos de devem ser o exemplo de caráter cristão.

>>> Autor : Oton Rodrigues