A Formação do Caráter Humano


  O desenvolvimento de uma pessoa se dá numa construção progressiva em que ocorrem fases onde predominam aspectos afetivos, e cognitivos. Cada fase tem suas particularidades, depende do ambiente em que vive e estão diretamente ligadas aos hábitos, aos exemplos percebidos pela criança e as oportunidades dispostas para interagir com o espaço que vivem. De acordo com alguns pesquisadores o ser humano tem cinco estágios de desenvolvimento. Cada qual com sua especificidade. O primeiro, "impulsivo-emocional", que abrange o primeiro ano de vida, cuja ênfase é a emoção (predomínio afetivo); o "sensório-motor e projetivo", que vai até o terceiro ano, quando o interesse da criança se volta para a exploração sensório-motora do mundo físico (predomínio cognitivo). O do "personalismo", que cobre a faixa dos três aos seis anos, cuja tarefa central é o desenvolvimento da personalidade, a construção da consciência de si (predomínio afetivo) Aos seis anos inicia-se o estágio "categorial", cuja ênfase recai para os avanços dos progressos intelectuais, dirigindo o interesse da criança para o conhecimento e conquista do mundo exterior (predomínio cognitivo). Por fim, o estágio da adolescência quando a crise pubertária impõe a necessidade de novos contornos da personalidade em função das mudanças corporais, trazendo a tona questões pessoais, morais, existenciais, retomando a predominância da afetividade. Durante todos esses estágios o ser desenvolve comportamentos adecuos às suas etapas. Sabemos que as especificidades vividas por cada criança são a base para a formação de seu caráter e por isso ninguém é igual a ninguém.Devido à interação com o meio ter formado sua personalidade,hábitos condutas etc. A educação que recebi,não é a mesma que meus amigos receberam. Muitas vezes, nem mesmo a que meu irmão mais novo recebeu... Jamais terei a personalidade igual a de outrem, Somos seres únicos e inimitáveis.

Como o caráter é formado?

  A criança nasce sem caráter e vai formando, moldando ao longo de sua vida, como foi descrito anteriormente, de acordo com as experiências e à interação com outros e a partir da resposta interna da criança. Todos nós precisamos pensar refletir e decidir que opção decisiva temos diante de qualquer situação. A maneira como fomos disciplinados/educados pode ter favorecido ou prejudicado nosso caráter. Se quando uma criança erra agimos severamente, com gritos e xingamentos, ela pode sentir-se ameaçada, temendo pela própria vida; ou pode ignorar uma parte do que você disse, porque percebe que você se alterou. Isso terá um grande impacto nas reações e até quando for um adulto completo,quando errar, ou não conseguir atingir um objetivo, ela sentirá medo, frustração, indiferença, o que atrapalhará muito por impedir que tente sempre começar algo com medo de não conseguir. Se quando você era criança e fazia algo que não fosse correto,seus pais o corrigiam com paciência explicando o motivo de não poder fazê-lo,é provável que você tenha se tornado um jovem não só educado,mas que não tenha medo de errar. Caso não. Não se preocupe. Você pode com essas aulas mudar seus conceitos.

Quem influenciou mais na formação do seu caráter?

  Sabemos que nossa personalidade e a formação do nosso caráter foram principalmente influenciadas pelo meio em que crescemos, mas isso, devido às respostas internas que demos a cada situação que vivemos. Porém somos seres em constante transformação, estamos - e devemos estar - sempre renovando nossos conceitos. Se demos respostas irrefletidas quando criança, que nos trouxeram para onde estamos e não estamos satisfeitos, hoje, com essa consciência, podemos mudar totalmente nossa realidade.

Autor: Desconhecido

0 comentários